segunda-feira, 4 de julho de 2016

Temer multiplica por 12 distribuição de emendas parlamentares


Segundo analistas, Temer tenta cooptar parlamentares para consolidar o impeachment no Congresso Nacional. 

Em junho deste ano, o interino Michel Temer destinou R$ 669 milhões ao pagamento de emendas parlamentares; para se ter uma ideia do que isso representa, no mesmo mês do ano passado, o valor foi de R$ 57 milhões; segundo analistas, os cofres foram abertos para que Temer consiga o apoio de parlamentares para consolidar o impeachment

Brasil 247A passagem de Michel Temer pelo poder está custando caro ao País. É o que demonstra um levantamento sobre os gastos com emendas parlamentares no mês de junho.

Temer destinou nada menos que R$ 669 milhões a essas emendas, a despeito do rombo nas contas do Tesouro Nacional.

Para se ter uma ideia do que isso representa, em junho do ano passado, tais gastos não passaram de R$ 57 milhões.

Segundo analistas, Temer tenta cooptar parlamentares para consolidar o impeachment no Congresso Nacional. "A maior parte são valores que já estavam prometidos, mas não haviam sido liberados", diz o ministro da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima.



Saiba Mais
REPASSE 

Taques libera R$ 16,9 milhões em emendas parlamentares



Sessenta municípios também foram contemplados em distribuição de verbas 

Circuito Mato Grosso 


Por Reinaldo Fernandes 

Publicado 29/06/2016

O governador Pedro Taques liberou de mais R$ 16,9 milhões em emendas parlamentares para os 24 deputados estaduais e 60 municípios. A maior parte é de responsabilidade de execução da Secretaria de Cidades (Secid), de R$ 8,8 milhões. A Educação foi contemplada com um total de R$ 4,29 milhões. A área de Cultura recebeu um total de R$ 2,58 milhões e outro R$ 1,2 milhão atende emendas alocadas na Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra).

Na terça-feira (21), Taques já tinha liberado outros R$ 10,5 milhões para representantes de 44 municípios que estão na base aliada de seu governo, indicados por 21 deputados.

No montante liberado nesta terça-feira, cada deputado recebeu a quantia de R$ 2,4 milhões para movimentação específica. A ação cumpre 50% do total previsto na Lei de Emendas Impositivas, que estabelece a destinação de 1% da receita líquida corrente do exercício anterior para deputados. A montante deste ano é de R$ 4,8 milhões.

Na cerimônia de liberação das emendas o governador Pedro Taques lembrou que a emenda parlamentar é uma forma de decentralizar a aplicação dos recursos do Estado. O chefe do Executivo avalia que ação faz com o Estado chegue aos municípios mais distantes com pequenas ações, mas que são de grande importância para a comunidade local.

Segundo Taques, mais três eventos ocorrerão nas próximas semanas para a liberação de mais emendas parlamentares. Em muitos casos, as emendas não puderam ser liberadas porque a prefeitura beneficiada não está com a documentação necessária.

O governador também anunciou o cronograma para a entrega das ambulâncias que foram adquiridas com R$ 20 milhões doados pela Assembleia Legislativa e mais R$ 20 milhões do Governo do Estado. Segundo Taques, serão entregues 38 em julho,  55 em agosto, 40 em setembro e oito em outubro.

Fonte Circuito Mato Grosso 



TAQUES, EM CAMPANHA, PROMETIA GOVERNAR COM O POVO DE MATO GROSSO. 

PROMESSAS NÃO CUMPRIDAS - QUINTA PARTE.

PROMETER E NÃO CUMPRIR É PIOR DO QUE MENTIR. 

VEJA OS COMPROMISSOS NÃO CUMPRIDOS DO PEDRO GOLPISTA 

 QUINTA PARTE:


video



https://www.facebook.com/antoniocavalcantefilho.cavalcante

Visite a pagina do MCCE-MT
www.mcce-mt.org